STJ: Quando devedor tem posse direta sobre imóvel, credor fiduciário não responde por despesas condominiais.